Publicidade

Publicidade

08/10/2008 - 09:04

Um dia, alguém tem que ceder

Compartilhe: Twitter

É grande e antigo o preconceito com as garotas que liberam geral logo na primeira noite do encontro. Enquanto os meninos saem à caça livremente – sem data e hora para chegar no “finalmente”, as meninas têm de se manter firme e forte quando o assunto é sexo. Olha só que paradoxo em que a gente se meteu. Gostamos de sair à noite para caçar e esperamos que a caça seja capturada com facilidade, porém, se conseguimos o que queríamos, a caça perde o seu total valor. No mundo animal, a coisa é diferente. Mas como a gente não é bicho, temos de ser complexos.

Seria quase que uma revolução se todas as mulheres do mundo se reunissem em um movimento que seria contra o sexo na primeira noite. Se houvesse uma lei para isso, os homens iam endoidecer, mas daí, finalmente, aprenderíamos a dar o valor correto a elas. A real é que a gente não sabe o que quer. “Se ela se entrega toda logo de cara, não pode namorar, não. Imagina quantos outros caras já fizeram isso e como ela vai continuar fazendo enquanto estiver comigo”, afirma Rafael. Então ainda somos machistas demais. Homem pode, mulher não pode. Ninguém deveria namorar os meninos e as meninas deveriam se tornar lésbicas! Tá, brincadeira.

Nesta situação, eu não consigo nem dar um conselho para as garotas pois quem é de fato complicado somos nós. Bom, em primeiro lugar, a gente (homens e mulheres) deveria mudar um pouco de atitude e visão. Mas como isso não passa de ideais e o mundo está longe de ser perfeito, acho que cada um deve fazer o que der na telha e começar a prestar mais atenção em si, não nos outros. Se a menina está com vontade, ela tem todo o direito de sair às ruas para achar um menino e fazer o que quiser. Se os homens estão a fim, também. Só não vale depois ficar julgando que tal garota é X. Ninguém tem este direito…

Para as meninas, não se preocupem. Todo mundo, um dia, arranja a sua cara metade. E o melhor é que você pode testar quantas quiser antes… Por fim, você acaba encontrando-a em várias situações. E elas podem ser durante o sexo mais incrível da sua vida ou enquanto você trabalha, do outro lado da bancada colorida, sem ao menos perceber que ali está o grande amor da sua vida.

Autor: - Categoria(s): sexo Tags: , , ,
Voltar ao topo