Publicidade

Publicidade

06/01/2010 - 16:18

“Perdi a virgindade com o meu namorado, mas não gostei…”

Compartilhe: Twitter

56528798

Tá aí uma das coisas mais comuns do mundo: meninas que não gostam do sexo de primeira. Depois de esperar tanto tempo, de tentar encontrar o garoto certo, de criar todo um clima para o momento, uma grande decepção. É comum, é comum. Na verdade, existem várias meninas que não gostam do sexo na primeira vez. Existem algumas explicações, sim, para isto.

Primeiro lugar: todo mundo que já passou da quarta série sabe que existe, na vagina, o hímem, que é aquela espécie de pele que é quebrada após a primeira relação sexual. Por isto, na primeira vez, o sexo pode doer e incomodar bastante, além do comum e até sangrar. A primeira vez de uma garota é rodeada de possíveis traumas, que podem acabar comprometendo por um bom tempo o desempenho e a vontade sexual da menina. Se o garoto não for compreensível e ir com ‘muita sede ao pote’, pode acabar machucando a menina de uma forma que aumente em 10 vezes a dor que é normal sentir na relação sexual. Por isto, antes de qualquer decisão, é preciso conversar bastante com o menino e pedir para ele ir devagar. É fácil. Se for devagar, depois tem mais. Se for com pressa, demora mais tempo para ter de novo, né?

Outro motivo para o sexo ser ruim na primeira vez é a tensão. Ainda existe, para várias meninas, aquele tabu da primeira vez – que é correto, pelo menos para mim. As garotas costumam se resguardar mais do que os homens quando o assunto é sexo e, por isso, acabam ficando bastante tensas na primeira vez. Com essa tensão, é comum que o ato sexual doa, porque o seu corpo inteiro fica mais travado, impedido de relaxar e aceitar mais o momento. Aí, além de dor, ainda vem todo um incômodo que passa pela cabeça da menina. “Será que tá certo?”, “será que ele está gostando?”, “e se eu mudar de lado?”. Meninas, na primeira vez, o mais legal a se fazer é tentar aproveitar ao máximo o momento. Peça um pouco de delicadeza ao menino e, caso você sinta muita dor, pare. Tente de novo outro dia. Deixe para mais tarde.

Se a sua primeira vez for muito ruim, muitas meninas afirmam que a segunda é melhor. O que não vale é acabar acreditando que vai ser sempre igual e, por isso, evitar fazer. Sexo é gostoso, é claro, e muitas meninas – e até meninos – têm uma primeira relação que é traumática. Basta saber resolver isto, aos poucos, de acordo com o tempo, não é?

E você? Como foi a sua primeira vez? Conte para nós nos comentários e ajude quem precisa de conselhos 😀

Autor: - Categoria(s): Relacionamentos, sexo Tags: , , , ,
27/01/2009 - 09:57

O teatro e as mentiras sexuais

Compartilhe: Twitter

Guardem o link deste post, um dia, acredito eu, ele vai virar uma enciclopédia masculina sobre o sexo. Vai ser aquele tipo de texto Bombril, que fala de tudo um pouco. E a gente começa por…

Por que eles dizem que já fizeram sexo com a escola inteira se nunca vi ele pegar ninguém?

O sexo é aquele tipo de coisa que divide a nossa sociedade em dois extremos: o homem, que anseia pela primeira vez e vai correndo quando surge a chance, e a mulher, que sonha com um conto de fadas e se guarda pelo máximo de tempo que consegue. Aí vem o problema. As meninas não mentem sobre sua virgindade. Já os garotos… Existe toda uma pressão da galera em relação ao menino. Quanto mais tarde ele perder a virgindade, mais zoado ele é. Então quer coisa mais fácil do que mentir? O menino inventa que já pegou aquela moça argentina que veio ao Brasil e ficou encarando ele na balada e a coisa rolou ali mesmo, no banheiro, com todo mundo vendo. Sem contar aquela loira de 43 anos que se apaixonou por ele, um guri de 15.

A história é sempre essa. É difícil achar, hoje em dia, algum menino que não tenha medo de esconder a sua virgindade. Para as meninas, isso é bem ruim. Isso porque elas nunca sabem, na real, o que o garoto espera. Daí vem a primeira vez dela com um garoto, o bambambam, o experiente. Chega na hora H e rola aquele vexame. O menino não sabe o que faz, a menina espera ser conduzida… Xiii.

Ele me dá prazer, mas eu não chego lá e faço um teatrinho básico. Vale?

É de conhecimento de todo mundo que as mulheres mentem, muitas vezes, o que estão sentindo na hora H. A história é conhecida por todos, muitas meninas simulam o orgasmo como uma tática de encenar de que o sexo foi perfeito. Desta vez, são os meninos que sofrem, por não saberem quando elas estão dizendo a verdade ou não. O que acontece? O menino se preocupa tanto em tentar fazer a moça chegar no ponto G que, na hora, ele se esquece dos detalhes e acaba indo direto ao pote. Isso quando consegue fazer alguma coisa, né? Muitas vezes, a pressão atrapalha tanto…

Como perceber? Não há uma fórmula exata, afinal, as mulheres são ótimas atrizes. Mas há algumas dicas: os sons, as caras, os tremores, a intensidade… Tudo isso fica diferente no fingimento e no real.

Ele não conseguiu…

Broxar. Eita palavrinha que bota medo. Todo menino já passou isso uma vez na vida. De experiência, isso acontece quando está rolando alguma coisa por trás da vida do garoto. Exemplo? Um problema com a família, uma desconfiança, falta de dinheiro… Os meninos broxam sim, não existe idade para isso. E o problema é todo nosso? Talvez sim, talvez não. Se for a primeira vez entre vocês dois, como se fosse um sexo casual, e o menino broxar, talvez você o tenha assustado em algo. Um beijo que não combinou, um movimento que ele não gostou, muitas coisas são motivos para deixar o menininho pra baixo.

E aí, tem mais alguma coisa que queira perguntar? Mande nos comentários, entra na comunidade do Orkut e poste algo lá!

Autor: - Categoria(s): Relacionamentos, sexo, Situações Tags: , , , ,
Voltar ao topo