Publicidade

Publicidade

Arquivo de setembro 15th, 2009

15/09/2009 - 15:32

Tem como transformar o meu namorado em um namorado chiclete?

Compartilhe: Twitter

stk32455tto

As garotas são um problema mesmo. Como todo ser humano, estão sempre reclamando. Não, não me venham falar que já comecei o post de hoje sendo machista, porque isso é mentira. Vocês sabem que reclamam mais do que os meninos. Um grande problema para as meninas é a forma que os seus namorados as tratam. A maioria gosta de homem chiclete, clamam por um homem que não para de se declarar um minuto sequer. Imploram por alguém romântico. Daí, depois de um tempo, vocês não aguentam mais. Não é assim?

Não, não há formas de transformar um garoto ‘comum’ em um garoto chiclete. Isso é uma ‘qualidade’ particular, de cada um. Na verdade, é a forma de ser do menino. Existem variados tipos de garotos, você, ao começar um relacionamento com um, já deve saber, mais ou menos, como é que ele vai te tratar. A real é essa, ninguém muda tanto. Você pode conseguir algumas coisas, como deixar o cara mais ligado em você, dar algumas dicas para ele de como você gosta de ser tratada, mostrar o quanto você precisa de algumas atitudes que ele não tem. Porém, no fundo, a essência nunca muda.

Se o menino não te liga o tempo todo, não tem jeito de ser ciumento, não pega no seu pé o tempo inteiro, não adianta insistir, isso nunca vai acontecer. Na verdade, se você ficar muito em cima, pode acabar criando uma insegurança danada no garoto, que vai achar que você faz coisas erradas e que ele precisa ficar mais esperto com você. Daí já sabe, né? Insegurança em um relacionamento é igual briga, muita briga.

Começou a namorar um menino que não é do jeito que você queria? Se você realmente gosta dele, isso não vai ser um problema. Quer dizer, no começo você vai criar várias paranóias na sua cabeça, achando que ele não gosta de você da mesma forma que você gosta dele. Depois, quando você entender que (graças a Deus) as pessoas são diferentes uma das outras, você vai acabar aceitando a idéia. E daí quem vai mudar é você. Com o tempo, você vai crescendo, acreditando mais em seu relacionamento e percebendo que não precisa de alguém 24/7 no seu pé. Vai entender que liberdade é bom, que um tempo longe é gostoso e que, acima de tudo, o respeito e a fidelidade é o que move vocês dois.

Ah! E chiclete enjoa… E você, já teve um namorado chiclete? Gostou? Comente!

* Sugestão de post enviada pela Lavínia

Autor: - Categoria(s): Relacionamentos Tags: , ,
Voltar ao topo