Publicidade

Publicidade
19/05/2009 - 12:28

E se o meu namorado for gay?

Compartilhe: Twitter

“Caio, eu ando desconfiada de uma coisa muito chata. Acho que o meu namorado é gay. Olha só: ele é um menino muito gentil, o conheci no colegial e tal. O problema dele é que assim, ele nunca comenta sobre meninas. Mas quando vê um menino passar, ele começa a falar da roupa, do sapato, do cabelo dele e eu tenho que concordar. Antes eu achava que era só uma impressão minha, ou até muita insegurança dele, mas daí as minhas amigas começaram a falar que ele era gay também. Na escola, todos os amigos dele zoam ele porque ele não gosta de jogar futebol e fica conversando com as meninas. Aliás, as minhas amigas são mais amigas dele do que minhas. Não sei o que eu faço. Ele é gay mesmo?”

Juliana*, 16 anos.

Juliana, isso é uma tremenda de uma situação chata. Namorar alguém já é difícil, imagino namorar alguém que ‘não goste da fruta’. Além de isso fazer muito mal para a pessoa, por causa da indecisão, dúvidas em relação à sexualidade, necessidade de afirmação sexual perante os amigos, para você o problema pode ser mais chato ainda. Imagino que na sua cabeça a primeira coisa que surge é: será que ele é assim por culpa minha? Errei?

Olha só, antes de tudo, não tire conclusões precipitadas do seu menino. Lembre-se que cada pessoa é de um tipo, possui uma educação e um estilo de vida. Os garotos nem sempre são aqueles brutamontes que você está acostumada a ver. Existem sim meninos que não gostam de jogar futebol, que conversam com outras garotas com facilidade e que se interessam por moda, por cabelo e por coisas que são, até então, típicas do sexo feminino. Porém, também não dá para viver desconfiada, né? Se você entrar nessa, vai acabar melando todo o lance de vocês e, às vezes, a culpa nem é dele. Vai ser sua mesmo, por desconfiar de algo tão sério assim sobre o menino.

Antes de acusá-lo de algo, você terá que testá-lo. Claro, não vá jogar o seu menino no braço de outro. Ah, e vale lembrar também que isso não é uma das coisas mais honestas a se fazer, não. Então é o seguinte: se o seu namorado for gay, o primeiro sinal para provar a sua teoria será a identificação do ciúme da sua relação. Ele é uma pessoa ciumenta? Se não, isso pode ser um sinal. O que você tem a fazer é se jogar nas mãos do melhor amigo dele. Melhor amigo que, no caso, ele supostamente teria um interesse amoroso. Se o garoto ficar mais com ciúme do menino do que você… Bom, nem preciso dizer nada, né?

Outra coisa que você deve prestar muito atenção é nos trejeitos do seu namorado. Repare nas atitudes dele, nos gostos, nos comentários. Um gay, por mais que queira esconder, geralmente deixa escapar alguma coisinha que o entrega. Basta você ser esperta.

Ah, e se você pegá-lo no flagra com algum outro menino, não perdoe, não. Por mais que ele vá dizer que foi só uma curiosidade, uma vontade, é difícil de acreditar nisso. Mesmo que você goste muito dele, no futuro, é muito provável que ele cometa a traição novamente. Afinal, não dá para viver com roxo se você gosta de amarelo, certo?

Tá, ele é. E agora? Por que comigo?

Se você conseguir algo que te dê certeza em relação à sexualidade do seu namorado, não tem muita coisa para se fazer. Termine a relação de forma amigável e, com isso, você ainda poderá ganhar um grande amigo para o futuro. Lembre-se que a culpa de isso acontecer não é do menino, não. Afinal das contas, não foi ele quem escolheu ser homossexual. As pessoas nascem assim, não é, tipo, escolher a roupa: hoje eu gosto de meninos e amanhã de meninas. Além do mais, se o garota está passando por aquela fase chata de descoberta, ele deve estar cheio de coisas na cabeça, confuso, com medo do que está por vir. Claro, você não tem nada a ver com isso e é totalmente errado o menino te iludir. Mas fazer o quê, né? Agora já foi…

E minhas amigas, o que vão pensar de mim?

Primeiro, coloque em sua cabeça que a culpa de ele ser gay não é sua. Não foi você que o transformou em homossexual. Não é porque você não beija bem que ele procurou meninos. Aceitando isso e descobrindo que você é boa o bastante para ter outro garoto, você deve jogar a real para as suas amigas. Claro, elas podem fazer brincadeiras e tirar sarro de você com frequência, mas e daí? A vida é sua, você passou por uma situação chata e está lidando com ela. As meninas que são amigas de verdade ficarão do seu lado. As outras, não.

Ai, acho que eu também sou…

Então aproveite a sua adolescência e a liberdade que temos hoje para se descobrir. O ideal é conseguir ficar de bem com você mesma =)

Ah! Mas vem cá… Antes de qualquer coisa, por que não conversar? Sempre afirmei aqui que um bate-papo resolve qualquer guerra. Basta ser sincera, mostrar as suas dúvidas, sua insegurança, perguntar, jogar a real. Com certeza, você já conseguirá algo com isso e pode até fortalecer o seu relacionamento. Lembre-se: joguinho não é a melhor coisa a ser feita em uma relação. Atitudes assim são oito ou oitenta: ou resolve, ou estraga tudo de vez.

Você já passou por uma situação dessas? Conte a sua história aí!

Autor: - Categoria(s): Relacionamentos, Situações Tags: , , , ,

Ver todas as notas

104 comentários para “E se o meu namorado for gay?”

  1. Larissa disse:

    eu to ficando com um menino que e um “fofo” ele nao gosta de esprortes fica com as meninas e etc…
    Minhas amigas ficam pegando no meu pe pq acham que ele e gay…
    isso me deixa muito frustada

  2. mauricio disse:

    O Lance é ser TOTAL FLEX! Como diz Pepeu Gomes, Gosto de Meninas e Meninos!

    E não se mede um HOMEM por ele gostar de futebol e etc… E sim pelas sua atitudes e honestidade! Está cheio de MACHÃO por aí que engravida a mulher e depois corre ou paga R$ 200,00 de pensão e isso é ser HOMEM???

    Sexo seguro sempre e viva a liberdade !

  3. MalkaviaN disse:

    Se ele ouvir simple plan pode ter certeza que é gay!

    Brincadeiras a parte, tá na dúvida? Chega na lata e fala logo.

    Essa coisa de “Investigar” se ele é gay ou não, não dá mto certo, a não ser que vc consiga um flagrante.

    De resto, vc vai “investigar” pra sempre e vai continuar ficando com o cara, até ele ser pego com outro cara ou dizer na sua lata que é homo.

    Imagino a astúcia que uma menina de 16 anos tem pra “investigar” a vida do namoradinho encubado. Quase uma detetive araponga, pra não dizer outra coisa.

    Se vc tiver um mínimo de maturidade, senta com ele e abre o jogo, pq ficar nesse impasse vai ser pior ainda do que chegar e falar na lata.

    E Caio, as pessoas não nascem homosexuais, elas não são condenadas a homosexualidade ao nascer, não diga bobagens.

    Tanto é assim que se fala em “opção sexual”.

    Tem muito cara que corta pros dois lados por ai, mulher então…bisexuais é o que mais tem.

    Isso é o que, doença? Maldição? Nasceram assim? Claro que não.

    Em algum momento da vida delas, muito provavelmente na infância e adolescencia, elas foram tendo experiências, ou exemplos, que no futuro irão ajudar elas a optarem por sua sexualidade, em qual lado, homo, hetero, ou mesmo bi, ela é mais forte.

    Isso varia muito e é muito influenciado pelos pais, educação, conceitos internos da pessoa, etc.

  4. Maya disse:

    Como disse colega acima, menina de 16 anos não tem essa maturidade, conversa direta é mais adequado e dá menos sofrimento. Aproveitando, homem que namora mulher bissexual o que é???

  5. Gil disse:

    Eu, na minha adolecência passei por esta situação: namorei um menino que é gay. Não foi fácil, pois éramos muito ligados; fui a primeira namorada dele e ele o menino que mais gostei até conhecer ohomem que hoje é o meu marido. Ele me contou que tinha tendências homossexuais e me pediu ajuda. A única ajuda que pude dar foi deixar o caminho livre para que ele se decidisse. Chorei durante um mês, mas hoje sei que fiz o certo sou muito feliz com o homem com quem vivo e ele, sei lá, deve ser feliz com a vida que escolheu.

  6. Carlos disse:

    MUITO GOSADO:
    Todo mundo fala em liberdade e do NÃO PRECONCEITO e na hora de casar ou do casamento dos filhos ficam preocupados e PRECONCEITUOSOS se a outra pessoa é gay.
    UÉ, cambada de hipócritas, vcs todos dizem não ter preconceito.
    Eu sou macho e porco chauvinista e desejo muitos GAYS E HOMOSEXUAIS na suas vidas e na de seus filhos(as).
    Vcs liberais vão chegar em casa um dia e vão ver seus maridos ou genros sendo “amassados” por um baita MACHO CHAUVINISTA. rs rs rs rs SEM PRECONCEITO, É SEM PRECONCEITO SEMPRE

  7. FRITZ disse:

    Minha cara JULIANA, existe uma unica forma de saber qual é a preferencia sexual de seu namorado, como se comporta as reações nao verbais ,istó é, como reage o corpo dele ao se ” pegarem “, se observar reações ele se interessa por você sexualmente , agora se fica indiferente ou corre, ele não precisa ser gay , mas não tem interesse por você , então parta para outra. Quanto as suas duvidas ?, é importante lembrar que , tudo é novo e que e normal querermos descobrir nossa sexualidade e com tanta informação a curiosidade aflora. A transparencia é necessaria para nossa felicidade vale a pena lutar pela nossas descobertas, mas…. sempre respeitando aquilo que acreditamos, aquilo que nossos pais nos ensinaram como valores e que sim pode também ser aplicado em relacionamentos homossexuais, sua preferencia não tem relação com nossa condutas na vida social quando pintar duvidas acredite confie nos seus PAIS, pois apesar de amor torto e verdadeiro bjão.

  8. Cesar disse:

    Oi Juliana, vamos por parte a mulher é a última a desconfiar, não sei porque, então ele é Gay. O namoro é a melhor época pro divórcio, vc já pensou estar casada e filhos ter que conviver com isso. Sem saber o que passa com o parceiro e no ele usa o corpo. Não digo que homem tem que gostar de futebol, esportes violentos, mas há coisas que parecem meio padrão, vc não acha? Não tenho preconceitos contra homossexuais, mas eu acho que eles não tem o direito de se relacionarem com heteros se eles estão confusos, ou seja, que busquem ajuda profissional para isso. Bjs e toda a felicidade do mundo!

  9. Lazaro disse:

    Com certeza ele é tão homem quanto os dois da foto ai de cima. 16 anos, viva os anos da inocência.

  10. Julio César F. Santanna disse:

    Juliana, menina, você não pensou na possibilidade de seu namorado não ser gay, mas de repente ser bissexual? Isto é, de repente ele gosta dos dois sexos, oras… Pode acontecer isso, sabia? Mas é bom lembrar que se ele for bi, a possibilidade de vc ser trocada por outra pessoa (ou então simplesmente ser traída de vez em quando) é pelo menos duas vezes maior… quer dizer, ele pode te trocar ou por outra menina, ou por um menino…
    O melhor mesmo é você criar coragem e perguntar pra ele (mas com muito jeito, muita calma) o que ele realmente sente por você.
    E pergunte se ele alguma vez se sentiu atraído por um menino, um homem… Veja a reação dele, veja o que ele fala… E esteja preparada para ouvir ou perceber até mesmo aquilo que você não gostaria, mas que de repente é a realidade… e da realidade ninguém pode fugir, né? Fugir até se tenta, mas é pior… Bjos e vá em frente! E boa sorte!

  11. Marcio disse:

    Acho mais certa a opção de conversar calmamente com ele. Investigação seria bom, mas é necessário que seja bem feita, senão podes até errar na resposta.
    “O que você tem a fazer é se jogar nas mãos do melhor amigo dele.”
    Desculpe, mas isso é nada mais nada menos que traição. Não se faz uma coisa dessas com quem se gosta, a não ser um/uma sacana e canalha. Essa idéia é idiota.
    Quanto ao que disse antes que as pessoas não nascem homossexuais, o comentário, bem lido, é na verdade contraditório. Além disso, muitos garotos e garotas criados com seu sexo físico, mesmo assim são gays, muitos até sabendo disso desde pequeno. Ninguém torna ninguém homossexual, pois se a pessoa com quem se está não gostar do que o outro faz, simplesmente termina e parte para outro, não se muda opção sexual por isso. Não sei de onde tiraram essa bobagem. Mas no seu texto não fala nada de culpa, disse isso mais por informação.

    Abraço.

  12. edu disse:

    Na boa? mostre o seu corpinho pra ele!!! éee homem NENHUM resiste, mas se ele ficar reparando nas gordurinhas em vez de ir pra cima…aí minha filha pula fora que não tem jeito…..pô vcs mulheres sabem muuuiiito bem fazer isso…
    boa sorte!

  13. jorge disse:

    Esse comentário do Caio Caprioli mostra que ele não sabe nada do que escreveu. Totalmente por fora do assunto homossexualismo. Acho que a garota deve pedir conselho a quem realemente está capacitado para fazer isso. Caso contrário vai fazer bobagem. O namorado da garota não é gay e por outro lado ser gay não quer dizer que não faça filhos. Isso só significa que ele curte outras posições na cama.

  14. Carlos disse:

    Tem muitos gays que são pais por aí. E muitas lésbicas que são mães. Preferencia sexual não significa incapacidade de ser tecnicamente macho ou fêmea que é a condição natural para procriar. Portanto gay faz filho sim e que jogue a primeira pedra quem nunca comeu chuchu mesmo sem gostar.

  15. João Baptista Neto disse:

    Menina, uma conversa franca acompanhada de muito carinho certamente é a melhor opção! Deixa as amigas falaram, os amigos zoarem,sem problemas!Se voce gosta dele realmente e vice -versa, o diálogo vai por um fim nas suas procupações! Felicidades e um beijo no seu coração!

  16. marcos clososki disse:

    uai…..arruma um BAD BOY……faz uma festinha a 3 e seja feliz menina………inclusive seu namorado gay e o BAD BOY…….

  17. jacaré disse:

    Existe um ditado muito antigo e muito sábio que diz: Parece? Então é.

  18. JUSTIN disse:

    penso que um relacionamento deve se embasar em confiança. Se há alguma desconfiança seja em qual sentido for (inclusive sexual), ou você esclarece abertamente com ele ou simplesmente termina o namoro. Pode ser que você esteja enganada e ele é hétero, pode ser que ele seja homo e por receio da HOMOFOBIA que é intensa ele pensa em querer mudar sua orientação (o que é impossível) ou queira apenas se protejer dos HOMOFÓBICOS.
    Se ele for homo e SE VOCÊ GOSTAR DE HÉTERO ( tem que se ver também do que você gosta, afinal, normalmente atraimos inconcientemente aquele que queremos), diga a ele procurar um terapeuta sexual que o ajudará a assumir-se e enfrentar o preconceito ( o que não é fácil).
    O medo de assumir-se homossexual é natural, pois a pressão social para que todos se enquadrem na heteronormatividade é intensa , agressiva e pode, inclusive, ser fatal, uma vez que no Brasil, assassina-se um homossexual a cada dois dias pelo simples fato da pessoa ser homossexual, sem contar o constrangimento das piadinhas do dia a dia dos irresponsáveis programas de humor que alimentam estes assassinatos com suas chacotas.

  19. Algumas coerências e outras incoerências escritas acima, como tu tens apenas 16 anos, tudo isto é normal, passrás por coisas alegres, e muitas coisas tristes na longa vida que te desejo, tudo dependerá da educação, e da formação que tiveres da tua família p lidar com teus problemas!

  20. JOTÃO disse:

    É GOSTO MUITO DOS GAYS, POIS QUANTO MAIS GAYS HOUVER, MAIS MULHER VAI SOBRAR PRA MIM.
    ESSE NEGÓCIO DE QUE O CARA JÁ NASCE BIXONA É CONVERSA FIADA. O CARINHA QUANDO É CRIANÇA SE OS PAIS DEIXAREM SOLTOS NA RUA, OS MAIS MALANDROS ACABAM COMENDO E NÃO TEM EX-VIADO.
    A ROSKETA É O ÚLTIMO REDUTO DA MORAL MASCULINA, DEU UMA VES, NUNCA MAIS SERÁ HOMEM.
    NA MINHA CONCEPÇÃO SÓ TEM DOIS SEXOS, MACHO E FÊMES, BICHONA, LÉSBICA E OUTRAS ABERRAÇÕES, SÃO DESVIOS DE PERSONALIDADE, OU SACANAGEM MESMO.
    É A MESMA COISA QUE UMA VIRGEM NO MEIO DE AMIGUINHAS QUE JÁ DERAM, ELAS TENTAM CONVENCER A VIRGEM DE QUE DAR É NORMAL, ATÉ PARA JUSTIFICAR A PERDA DO SEU CABACINHO.
    COM A BICHARRADA É A MESMA COISA, A VIADAGEM QUER SE IMPOR E DISER QUE DAR O RABO É NORMAL.
    FICAM TODA HORA PREGANDO ISSO , ATÉ PASSEATA GAY FAZEM. VEJAM SE NÓS FAZEMOS PASSEATA DOS MACHOS?
    NOS PROVAMOS ISSO PRA NÓS MESMO, PEGANDO A MULHERADA, QUE É A MELHOR COISA QUE DEUS CRIOU.
    EU GOSTXU MUINTXU DA FRUTA, ARA

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo