Publicidade

Publicidade

Arquivo de maio 19th, 2009

19/05/2009 - 12:28

E se o meu namorado for gay?

Compartilhe: Twitter

“Caio, eu ando desconfiada de uma coisa muito chata. Acho que o meu namorado é gay. Olha só: ele é um menino muito gentil, o conheci no colegial e tal. O problema dele é que assim, ele nunca comenta sobre meninas. Mas quando vê um menino passar, ele começa a falar da roupa, do sapato, do cabelo dele e eu tenho que concordar. Antes eu achava que era só uma impressão minha, ou até muita insegurança dele, mas daí as minhas amigas começaram a falar que ele era gay também. Na escola, todos os amigos dele zoam ele porque ele não gosta de jogar futebol e fica conversando com as meninas. Aliás, as minhas amigas são mais amigas dele do que minhas. Não sei o que eu faço. Ele é gay mesmo?”

Juliana*, 16 anos.

Juliana, isso é uma tremenda de uma situação chata. Namorar alguém já é difícil, imagino namorar alguém que ‘não goste da fruta’. Além de isso fazer muito mal para a pessoa, por causa da indecisão, dúvidas em relação à sexualidade, necessidade de afirmação sexual perante os amigos, para você o problema pode ser mais chato ainda. Imagino que na sua cabeça a primeira coisa que surge é: será que ele é assim por culpa minha? Errei?

Olha só, antes de tudo, não tire conclusões precipitadas do seu menino. Lembre-se que cada pessoa é de um tipo, possui uma educação e um estilo de vida. Os garotos nem sempre são aqueles brutamontes que você está acostumada a ver. Existem sim meninos que não gostam de jogar futebol, que conversam com outras garotas com facilidade e que se interessam por moda, por cabelo e por coisas que são, até então, típicas do sexo feminino. Porém, também não dá para viver desconfiada, né? Se você entrar nessa, vai acabar melando todo o lance de vocês e, às vezes, a culpa nem é dele. Vai ser sua mesmo, por desconfiar de algo tão sério assim sobre o menino.

Antes de acusá-lo de algo, você terá que testá-lo. Claro, não vá jogar o seu menino no braço de outro. Ah, e vale lembrar também que isso não é uma das coisas mais honestas a se fazer, não. Então é o seguinte: se o seu namorado for gay, o primeiro sinal para provar a sua teoria será a identificação do ciúme da sua relação. Ele é uma pessoa ciumenta? Se não, isso pode ser um sinal. O que você tem a fazer é se jogar nas mãos do melhor amigo dele. Melhor amigo que, no caso, ele supostamente teria um interesse amoroso. Se o garoto ficar mais com ciúme do menino do que você… Bom, nem preciso dizer nada, né?

Outra coisa que você deve prestar muito atenção é nos trejeitos do seu namorado. Repare nas atitudes dele, nos gostos, nos comentários. Um gay, por mais que queira esconder, geralmente deixa escapar alguma coisinha que o entrega. Basta você ser esperta.

Ah, e se você pegá-lo no flagra com algum outro menino, não perdoe, não. Por mais que ele vá dizer que foi só uma curiosidade, uma vontade, é difícil de acreditar nisso. Mesmo que você goste muito dele, no futuro, é muito provável que ele cometa a traição novamente. Afinal, não dá para viver com roxo se você gosta de amarelo, certo?

Tá, ele é. E agora? Por que comigo?

Se você conseguir algo que te dê certeza em relação à sexualidade do seu namorado, não tem muita coisa para se fazer. Termine a relação de forma amigável e, com isso, você ainda poderá ganhar um grande amigo para o futuro. Lembre-se que a culpa de isso acontecer não é do menino, não. Afinal das contas, não foi ele quem escolheu ser homossexual. As pessoas nascem assim, não é, tipo, escolher a roupa: hoje eu gosto de meninos e amanhã de meninas. Além do mais, se o garota está passando por aquela fase chata de descoberta, ele deve estar cheio de coisas na cabeça, confuso, com medo do que está por vir. Claro, você não tem nada a ver com isso e é totalmente errado o menino te iludir. Mas fazer o quê, né? Agora já foi…

E minhas amigas, o que vão pensar de mim?

Primeiro, coloque em sua cabeça que a culpa de ele ser gay não é sua. Não foi você que o transformou em homossexual. Não é porque você não beija bem que ele procurou meninos. Aceitando isso e descobrindo que você é boa o bastante para ter outro garoto, você deve jogar a real para as suas amigas. Claro, elas podem fazer brincadeiras e tirar sarro de você com frequência, mas e daí? A vida é sua, você passou por uma situação chata e está lidando com ela. As meninas que são amigas de verdade ficarão do seu lado. As outras, não.

Ai, acho que eu também sou…

Então aproveite a sua adolescência e a liberdade que temos hoje para se descobrir. O ideal é conseguir ficar de bem com você mesma =)

Ah! Mas vem cá… Antes de qualquer coisa, por que não conversar? Sempre afirmei aqui que um bate-papo resolve qualquer guerra. Basta ser sincera, mostrar as suas dúvidas, sua insegurança, perguntar, jogar a real. Com certeza, você já conseguirá algo com isso e pode até fortalecer o seu relacionamento. Lembre-se: joguinho não é a melhor coisa a ser feita em uma relação. Atitudes assim são oito ou oitenta: ou resolve, ou estraga tudo de vez.

Você já passou por uma situação dessas? Conte a sua história aí!

Autor: - Categoria(s): Relacionamentos, Situações Tags: , , , ,
Voltar ao topo