Publicidade

Publicidade

Arquivo de maio, 2009

26/05/2009 - 12:24

Perdi todos os meus amigos por causa do meu namorado

Compartilhe: Twitter

Uma ação muito chata, porém comum, que temos involuntariamente quando começamos namorar é se afastar dos amigos. A idéia de se ter alguém do lado o tempo todo cria em nossa cabeça uma ilusão de que só precisamos de tal pessoa para viver e, por isso, todos os nossos amigos se tornam peças secundárias em nossa vida. Pois bem, na primeira crise é que a gente percebe o enorme erro que cometemos.

Na maioria das vezes, esse conforto de namorar alguém muda totalmente a nossa vida. Antes, se estávamos acostumados a sair com os nossos amigos para as baladas da vida, cinemas e outros tipos de programas, a partir da hora que entramos em uma relação a dois, esquecemos de tudo isso. Um: o namoro pede uma disponibilidade maior da pessoa para que vocês possam se encontrar. Dois: você já não vê mais tanta graça em sair com os seus amigos porque, simplesmente, sair com o seu namorado é bem mais gostoso. E você tem toda a razão.

Quando você entra em um namoro, o ideal é você saber dividir o seu tempo em várias partes: primeiro, pense na sua escola. Nada de cabular aulas para ficar perdendo tempo com o seu garoto. Educação é prioridade, você terá muitas horas vagas para ficar juntinho. Depois, caso você já trabalhe ou faça algum curso, a mesma coisa: não falte para namorar. Isso tudo são coisas secundárias, pense na sua vida primeiro. Agora, o mais importante: obviamente, se possível, reserve o seu final de semana para ficar junto de seu namorado. Lembre-se que você deve tentar conciliar a sua família com o seu menino. De dias de semana, além de ver os seus amigos na escola, também tente marcar algo com eles. Se quiser, é óbvio que você pode chamar o seu namorado para sair junto. O legal é tentar unir as duas vidas, mas nunca deixar uma delas de lado.

E se ele não gosta das minhas amigas?

Outro grande problema de qualquer relacionamento é que, muitas vezes, o seu namorado não vai se dar muito bem com as suas amigas. E amigos, principalmente amigos. Claro, isso é natural de muitos namoros e você não deve se preocupar. E nem forçar, é claro. Se ele não gosta de algum amigo seu, ele tem todo o direito de querer ficar longe dessa pessoa. O que ele não pode fazer, no entanto, é pedir para que você também se afaste de tal pessoa. Cada um teve uma vida diferente antes de vocês ficarem juntos e, é claro, esse tempo não deve ser esquecido e perdido. Você deve, o tempo todo, tentar se manter o mais fiél possível ao seu jeito de ser, à sua essência.

E você, já passou por algo parecido? Já namorou alguém que não gostava de sair com os seus amigos? Conte-nos o que você fez!

Autor: - Categoria(s): Situações Tags: , ,
19/05/2009 - 12:28

E se o meu namorado for gay?

Compartilhe: Twitter

“Caio, eu ando desconfiada de uma coisa muito chata. Acho que o meu namorado é gay. Olha só: ele é um menino muito gentil, o conheci no colegial e tal. O problema dele é que assim, ele nunca comenta sobre meninas. Mas quando vê um menino passar, ele começa a falar da roupa, do sapato, do cabelo dele e eu tenho que concordar. Antes eu achava que era só uma impressão minha, ou até muita insegurança dele, mas daí as minhas amigas começaram a falar que ele era gay também. Na escola, todos os amigos dele zoam ele porque ele não gosta de jogar futebol e fica conversando com as meninas. Aliás, as minhas amigas são mais amigas dele do que minhas. Não sei o que eu faço. Ele é gay mesmo?”

Juliana*, 16 anos.

Juliana, isso é uma tremenda de uma situação chata. Namorar alguém já é difícil, imagino namorar alguém que ‘não goste da fruta’. Além de isso fazer muito mal para a pessoa, por causa da indecisão, dúvidas em relação à sexualidade, necessidade de afirmação sexual perante os amigos, para você o problema pode ser mais chato ainda. Imagino que na sua cabeça a primeira coisa que surge é: será que ele é assim por culpa minha? Errei?

Olha só, antes de tudo, não tire conclusões precipitadas do seu menino. Lembre-se que cada pessoa é de um tipo, possui uma educação e um estilo de vida. Os garotos nem sempre são aqueles brutamontes que você está acostumada a ver. Existem sim meninos que não gostam de jogar futebol, que conversam com outras garotas com facilidade e que se interessam por moda, por cabelo e por coisas que são, até então, típicas do sexo feminino. Porém, também não dá para viver desconfiada, né? Se você entrar nessa, vai acabar melando todo o lance de vocês e, às vezes, a culpa nem é dele. Vai ser sua mesmo, por desconfiar de algo tão sério assim sobre o menino.

Antes de acusá-lo de algo, você terá que testá-lo. Claro, não vá jogar o seu menino no braço de outro. Ah, e vale lembrar também que isso não é uma das coisas mais honestas a se fazer, não. Então é o seguinte: se o seu namorado for gay, o primeiro sinal para provar a sua teoria será a identificação do ciúme da sua relação. Ele é uma pessoa ciumenta? Se não, isso pode ser um sinal. O que você tem a fazer é se jogar nas mãos do melhor amigo dele. Melhor amigo que, no caso, ele supostamente teria um interesse amoroso. Se o garoto ficar mais com ciúme do menino do que você… Bom, nem preciso dizer nada, né?

Outra coisa que você deve prestar muito atenção é nos trejeitos do seu namorado. Repare nas atitudes dele, nos gostos, nos comentários. Um gay, por mais que queira esconder, geralmente deixa escapar alguma coisinha que o entrega. Basta você ser esperta.

Ah, e se você pegá-lo no flagra com algum outro menino, não perdoe, não. Por mais que ele vá dizer que foi só uma curiosidade, uma vontade, é difícil de acreditar nisso. Mesmo que você goste muito dele, no futuro, é muito provável que ele cometa a traição novamente. Afinal, não dá para viver com roxo se você gosta de amarelo, certo?

Tá, ele é. E agora? Por que comigo?

Se você conseguir algo que te dê certeza em relação à sexualidade do seu namorado, não tem muita coisa para se fazer. Termine a relação de forma amigável e, com isso, você ainda poderá ganhar um grande amigo para o futuro. Lembre-se que a culpa de isso acontecer não é do menino, não. Afinal das contas, não foi ele quem escolheu ser homossexual. As pessoas nascem assim, não é, tipo, escolher a roupa: hoje eu gosto de meninos e amanhã de meninas. Além do mais, se o garota está passando por aquela fase chata de descoberta, ele deve estar cheio de coisas na cabeça, confuso, com medo do que está por vir. Claro, você não tem nada a ver com isso e é totalmente errado o menino te iludir. Mas fazer o quê, né? Agora já foi…

E minhas amigas, o que vão pensar de mim?

Primeiro, coloque em sua cabeça que a culpa de ele ser gay não é sua. Não foi você que o transformou em homossexual. Não é porque você não beija bem que ele procurou meninos. Aceitando isso e descobrindo que você é boa o bastante para ter outro garoto, você deve jogar a real para as suas amigas. Claro, elas podem fazer brincadeiras e tirar sarro de você com frequência, mas e daí? A vida é sua, você passou por uma situação chata e está lidando com ela. As meninas que são amigas de verdade ficarão do seu lado. As outras, não.

Ai, acho que eu também sou…

Então aproveite a sua adolescência e a liberdade que temos hoje para se descobrir. O ideal é conseguir ficar de bem com você mesma =)

Ah! Mas vem cá… Antes de qualquer coisa, por que não conversar? Sempre afirmei aqui que um bate-papo resolve qualquer guerra. Basta ser sincera, mostrar as suas dúvidas, sua insegurança, perguntar, jogar a real. Com certeza, você já conseguirá algo com isso e pode até fortalecer o seu relacionamento. Lembre-se: joguinho não é a melhor coisa a ser feita em uma relação. Atitudes assim são oito ou oitenta: ou resolve, ou estraga tudo de vez.

Você já passou por uma situação dessas? Conte a sua história aí!

Autor: - Categoria(s): Relacionamentos, Situações Tags: , , , ,
12/05/2009 - 14:08

Ciúme de familiar existe?

Compartilhe: Twitter

Na minha família, tenho um primo que namora uma menina muito simpática. Nós, que sempre fomos bem unidos, saímos juntos várias vezes e acabei me tornando um grande amigo dessa garota. Eis que surgiu o problema: meu primo, louco de ciúme, começou a inventar algumas histórias com relação a mim e sua namorada. O resultado foi: a menina parou de falar comigo com medo de que ele terminasse a relação com ela. Ciúme de primo vale?

Olha, você pode ter ciúme de quem quiser, mas envolver alguém da família na sua loucura já torna tudo doentio demais para qualquer pessoa. Se você é a pessoa que tem ciúme do seu namorado com relação à uma prima, lembre-se que o garoto teve uma vida antes de te conhecer. Por isso, ele pode ter uma relação totalmente familiar com a essa garota e ela acabou se tornando uma grande amiga dele. É preciso mesmo ter ciúme disso? Tem gente que tem ciúme de celebridade, de melhor amiga, de ex-namoradas e tudo o mais, mas, de primos também?

Primeiro: se você se mostrar tão ciumenta a ponto de tentar acabar com a relação do garoto com a sua própria prima, ele pode se assustar e querer se afastar de você. Afinal, se você o está privando de viver com a família, imagina o que você poderá fazer em relação aos amigos? Sinceramente, eu acredito que não vale à pena levar em frente uma discussão envolvendo qualquer familiar da pessoa. Família é família, cada um tem a sua, com os seus defeitos e qualidades. Se você não concorda com algo, o máximo que pode fazer é conversar sobre o assunto e aconselhar o garoto com decisões que possam ser mais maduras que as dele, mas nunca pedir para ele se afastar de algum membro.

Se o ciúme tiver algum fundamento, tipo, um histórico familiar de relacionamento, converse com o menino e deixe claro o motivo da sua insegurança. Se ele entender e você souber impor o seu ponto de vista, você pode pedir para que ele não exagere nas brincadeiras e intimidades com a pessoa. Dessa forma, o relacionamento de vocês pode encaminhar sem futuras crises. Que tal?

Autor: - Categoria(s): Posts antigos Tags: , , ,
06/05/2009 - 11:10

Como lidar com um namoro que não tem futuro

Compartilhe: Twitter

Na última segunda-feira, 04, uma revista norte-americana afirmou que a atriz e cantora Vanessa Hudgens teria dito ao seu namorado, Zac Efron, que gostaria de sair com outras pessoas. O motivo para tal declaração é que a moça ficou bastante chateada com uma entrevista que Zac deu onde afirmou que não pretende se casar antes dos 40 anos. A revista ainda afirmou que Vanessa esperava ficar noiva em, no máximo, dois anos. Claro que a gente não pode acreditar nessa situação, afinal, celebridades são cercadas de rumores. Mas e quando uma desilusão assim acontece na vida real? E quando você não vê futuro no seu namoro por causa de alguma coisa que o seu namorado fez? Qual é a melhor forma de agir?

Pois bem, o caso de Vanessa e Zac é muito peculiar, já que ambos são celebridades e vivem uma vida particular mais do que exposta. No nosso caso, meros mortais anônimos, as situações são bem diferentes. Antes de tudo, vale lembrar que Vanessa está com 21 anos e Zac com apenas 20. O moço, que começou a carreira agora, tem mais é que se focar na vida profissional, mesmo. Hoje em dia, é bem difícil encontrar pessoas que se casam antes dos 30. E sabe por quê? De certa forma, aprendemos a aproveitar um pouco mais a vida antes de se enrolar somente com uma pessoa. Hoje é bem raro encontrar aquela menina que ainda deseja casar virgem, ou encontrar pais que escolhem os noivos das garotas. Com essa ‘liberdade’ que as pessoas ganharam, elas começaram a testar melhor as opções para, por fim, encontrar a pessoa certa.

Claro, é comum que as garotas esperem que o menino faça um pedido o mais rápido possível. Vamos adaptar para o pedido de namoro – na nossa idade, é bem mais fácil rolar isso do que um pedido de casamento, né? O lance é até meio clichê: uma garota fica com um cara, que beija, beija, beija, mas nunca dá o “próximo passo” para a relação. Aí depende muito da forma como você encara a vida. Se você acredita que ficar com alguém durante um tempo, sem se envolver com outras pessoas, já é um namoro, então você está pronta para gritar para o mundo todo ouvir que você está namorando. Agora, se você é daquelas que precisam de um pedido oficial, com todas as letras, para assumir que namora, então vai ter que dar algumas indiretas para o menino. Muitas vezes nós não damos tanta importância para esses detalhes de uma relação e deixamos passar, magoando a menina sem perceber. Ou isso tudo pode acontecer por vergonha, mesmo. Varia…

O problema é quando você não vê um futuro para os dois, saca? A relação ficou morna, vocês não têm mais vontade de se encontrarem, você já ficou sabendo que o menino sente falta de sair com outras garotas e, para piorar, ele não dá nem sinal de que quer um namoro oficializado contigo. Para relações sem futuro, eu sugiro o fim. Afinal das contas, de que vale se esforçar e se sacrificar para ficar com alguém se, no fundo, você sabe que vai morrer na praia?

Quanto à Vanessa e ao Zac, o moço ficou, é claro, chateado. Disse que não concorda com a sua namorada sair com várias pessoas e afirmou que ainda se sente muito jovem para um compromisso mais sério. Agora, vem cá, com tanta especulação sobre a sexualidade do garoto, imagina se ele ainda ganha o fardo de corno? Haja terapia!

Autor: - Categoria(s): Relacionamentos, Situações Tags: , , , , ,
Voltar ao topo