Publicidade

Publicidade
26/08/2008 - 14:06

Mulher demais igual à vida de sobra?

Compartilhe: Twitter

Pois quem disse isso não fui eu. Um estudo realizado por cientistas da Universidade de Sheffield, na Grã-Bretanha, revelou que homens – com mais de 60 anos – de 140 países poligâmicos vivem 12% mais do que homens de outros 60 países monogâmicos. Pergunto: quais são esses 140 países poligâmicos? Existe tanto país no mundo assim? Poxa vida! Voltando… As explicações para estes números seriam que homens que têm filhos passam a cuidar mais da saúde, pois têm outras pessoas com quem se preocupar e que as mulheres acabam, um dia, cuidando dos homens. Quando eles ficam viúvos, ninguém mais cuida deles. Owwn…

Conversa vai, conversa vem. Acabei entrando em uma discussãozinha sobre viver vários relacionamentos ao mesmo tempo. Quem nunca fez isso na vida que atire a primeira pedra. O problema é que é natural do ser humano buscar essas aventuras por fora do relacionamento. Por mais monogâmico que alguém afirma ser – isso levando em questão os princípios ocidentais de educação e vida – a gente sempre acaba dando uma pulada de cerca. Por que o homem – e a mulher, é claro. Homem, neste post, significa “ser humano”. É um problema de linguagem – faz isso? Simples: porque somos todos inseguros.

Explico. Quando a gente alinha a nossa vida com a de alguém, paramos com aquele lance de nos sentirmos desejados pelos outros. Por questões óbvias, paramos de sair tanto e, conseqüentemente, nos envolvemos com menos pessoas. Porém, chega uma hora no namoro que a gente precisa de um tempo pra nós. É quase impossível não passar por essa fase. Tem aquele período quando ficamos tão inseguros que achamos que nem o nosso parceiro sente mais desejo por nós. É aí que acabamos fazendo a besteira. Como evitar isso? Acho que é preciso todo um trabalho de auto-confiança e uma relação bem clara quando o assunto são as partes envolvidas nela.

E sobre manter duas relações ao mesmo tempo? Mentira tem perna curta, não é isso que a nossa mãe fala? Ninguém é de ferro e a gente sempre deixa escapar alguma coisinha boba, que vai acabar nos denunciando. O certo é não tentar ser poligâmico, não. O certo é curtir a sua relaçãozinha da forma mais segura possível. De vez em quando, um deslize é até perdoável. Mas isso, quando freqüente, machuca e muito.

Para quem quiser ler a notícia dos homens poligâmicos na íntegra, clique aqui.

Autor: - Categoria(s): Relacionamentos Tags: , , ,

Ver todas as notas

18 comentários para “Mulher demais igual à vida de sobra?”

  1. Fernando disse:

    O que complica o entendimento dos relacionamentos. É que, quando casamos, nos sentimos dono da outra pessoa. Sendo assim, não aceitamos que essa pessoa possa ser feliz sem nosso consentimento.
    O que cada um faz com seu corpo, é problema dele e não seu.
    Na verdade todos dão seus pulinos, mas ficam perplexos quando descobrem que o outro pula tambem…

  2. julia disse:

    bom estou sempre lendo suas meterias caio e axo todas bem interessantes mais hoje estou passando por aki pra faze um pedido de materia sobre uma duvida q eu tenho EH VERDADE Q QNTO MENOS VC CORRE ATRAS DE SEU NAMORADO MAIS ELE CORRE ATRAS DE VC entaum queria q vc fizesse uma materia sobre isso pois axo q naum eh so eu q tenho essa duvida.
    FICAREI MUITO FELIZ SE ATENDER AO MEU PEDIDO
    obrigada!!!

  3. ADMILSOM disse:

    concordo plenamente mulher só faz bem, quer dizer as vezes.

  4. larissa disse:

    gostei sobre a sugestao da julia de fazer uma materia dando uns toques pra como faze o namorado vim atras da gente um poco e nos dar mais valor e eu sempre tenho essa duvida por exemplo eu e meu namorado nos flamos todos os dias pelo telefone mais eh sempre eu q tenho q tah ligando, entaum caio eu tbem ia gosta duma materia assim…

  5. marta disse:

    Nossa, mas que idiota esse Caio…como pode ter espaco na midia um bobo desses? Que conselhos, que ponto de vista mais imaturos. Ele tem razao em afirmar que infidelidade e resultado de inseguranca e, por defende-la e ate aconselha-la, deve ser um homem extremamente frustrado que ate hoje nao teve a sorte de achar uma mulher com os mesmos ideais, que o complete e que o faca entender que anos de relacionamento bem construidos tambem fazem parte da realizacao pessoal. E com bastante sexo, monogamico!!

  6. Ivana disse:

    é né.. cada um com seu pensamento, e eu também gostaria de ver materia que a julia pediu

  7. Ana disse:

    Concordo plenamente com a Marta, pois o que importa é a “qualidade” e não a “quantidade”, se quiser pular a cerca , que fique solteiro então e não brinque com o sentimento da outra pessoa!

  8. Qualquer Nome Serve. disse:

    Comentário deletado.

    RESPOSTA DO AUTOR
    Em momento algum apoiei a poligamia. Acredito que devemos ser monogâmicos sim e confiarmos nos nossos parceiros. Essa é a graça de toda a relação. Para quem já leu este blog antes, sabe que nunca incentivei a traição e nada.

    Detalhe: a pesquisa disse isso, não eu ;D

  9. Érika disse:

    Nossa…
    eu gostaria de dizer para as duas pessoas q criticaram o Caio, q cada um tem a sua opinião, só q há uma diferença entre discordância e intolerância. Uma coisa é vc não concordar com o q o outro diz, e outra bem diferente, é vc pensar q só a sua opinião é correta. Já estamos no século XXI e temos liberdade de expressão, podemos pensar por nós mesmos e termos opiniões divergentes. Eu acho hipocresia vc criticar quem acha difícil ser fiel e tals, pq no fundo todos nós achamos complicado lidar com a fidelidade. Ser infiel não quer dizer q vc não goste da outra pessoal, e sim q às vezes vc precisa se sentir desejado, às vzs seu ego precisa disso. Todos nós em algum momento somos infiéis, nem q seja em pensamento, é inevitável. Concordo com tudo q há na matéria, inclusive q um deslize de vez em quando é normal, só passa a ser desrespeitoso quando vira um hábito. Ah, e em relação ao comentário de “Qualquer nome serve”, o mundo não tá uma merda pq as pessoas são infiéis em relacionamentos, se vc não está informado, a maioria das coisas q aconteceram e acontecem nesse mundo, de ruim, surgem pelo q vc tá pregando, foi por isso q surgiram os grandes conflitos, e não pq fulaninho traiu a namorada, se toca!!! Ah, adorei a sugestão da Júlia.

  10. Nanda disse:

    Apoio a idéia da Júlia, acho que é um assunto muito polemico entre as garotas!

  11. thais disse:

    o sexo ñ pode ser prioridade pos ten que te conversa amor conpriensão e aquele carinho aquela amizade e aquele amor surpresa janta fora jantar alus de vela presente só sexo tiri o amor porque sexo ñ é tudo é uma coisa espesial

  12. daniel disse:

    marta e ana!!!
    vcs devem ser as mulheres mais traidas e q mais traem!!!
    qm se sente incapaz de trair ou afirmar q nunk foram, e pq tem muita culpa no cartorio e qrem passar uma imagem de “santas”

  13. Isabel disse:

    OI Caio!
    primeiro, adorei o seu blog! até que enfim eu vou (tentar) entender a cabeça desses seres que são vocês, homens…
    sobre o post, concordo que sexo não é tudo no relacionamento, mas é claro que deve existir.
    sei lá, quando ele se torna prioridade, o melhor mesmo é procurar alguém que goste de você por você, não é?
    bjs

  14. carol disse:

    não entendo essa mania masculina de adoração a poligamia, a quantidade pode prejudicar a qualidade do relacionamento.

  15. andreia disse:

    eu também adorei a ideia da julia! ajudaria mto saber, afinal, se eh verdade q a gente nao tem q correr atras para que vcs corram atras da gente!

  16. […] aos pedidos da Julia, que comentou no último post pedindo uma explicação de porquê quanto menos você corre atrás de seu namorado, mais ele corre […]

  17. Nanda ;) disse:

    Pois então…passei por esta fase e acabei traindo duas vezes o ser amado. Por pura insegurança e algumas mancadas dele (não neste sentido…). Fazer o quê? Hoje estamos muito bem, mas sempre que olho pra ele sinto uma pontinha de remorso…

  18. Oi Caio,sempre acompanho essa pagina dos jovens no ig,mas os seus posts ainda nao tinha lido,muito bacana mesmo,super interessante,gostei e agora vou ler frequentemente,os assuntos abordados são show de bola ,tirou várias duvidas.parabéns mesmo!

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo