Publicidade

Publicidade

Arquivo de junho, 2008

24/06/2008 - 13:34

O coração só escolhe a pessoa errada…

Compartilhe: Twitter

Eu bem já tenho os meus 20 anos, então me dou, de vez em quando, com algumas situações bem inusitadas. Há algum tempo, em uma conversa boba na internet, meu amigo me contou uma de suas últimas aventuras sexuais: ele saiu com uma garota de programa. Até aí, tudo bem, cada um faz o que quer e ele já tem idade suficiente para limitar a vida dele. Mas a aventura não acabou aí. Ele se apaixonou pela garota. Não foi uma paixãozinha besta, não. Foi daquelas avassaladoras, que te deixa no mundo da lua e faz até o menino mais rude escrever “Eu (coraçãozinho) Ela” na página do caderno. A atitude dele foi óbvia. Todos os dias, no mesmo horário, ele ia encontrar com a menina na casa em que ela trabalhava, gastava uma grana e ficava conversando com ela, fazendo carinhos e bebendo algo. De acordo com ele, tal garota não lhe dava a mínima. Era claro que ela só queria saber do dinheiro. E ele sofreu. Jogou todas as suas lamúrias em mim e sofreu de amor por alguém que, de acordo com ele, não o merecia. Eu não sei direito qual a idade das pessoas que lêem esse blog (vocês podiam começar a deixar a idade nos comentários), então eu vou amenizar um pouco a situação para comentá-la. Faz de conta que você ficou com o cara mais galinha do seu colégio…

Mudar as atitudes e ações de uma pessoa logo de cara é praticamente impossível. Se você se relaciona com alguém que tem certas manias e um estilo de vida já meio que fixo, provavelmente ele continuará igual, com ou sem você. Mas vamos lá: você beijou o cara e se apaixonou, qual a melhor forma de proceder? Antes de tudo, você tem que pensar se tem disposição para ficar ao lado dele, preparando-se antes para os possíveis machucados que essa relação irá causar. Se sim, vambora pra frente.

Leal e fiel?
A parte mais difícil de qualquer namoro é a promessa de fidelidade e lealdade. Quando juntos, as pessoas perdem a liberdade de ficar com quem quiserem e, muitas vezes, essa é a parte mais complicada da adaptação. Imagina para alguém que tinha a galinhagem como um estilo de vida. Desde o começo de tudo, você terá uma imagem feia do menino – aquele que fica com todas sem pudor. Logo, você vai se achar traída o tempo todo e isso vai ser terrível. A razão é de quem diz a verdade. Foi você quem quis aquilo, então terá que aturar algumas coisas, tentando sempre moldá-lo, por mais estranho que pareça. Se o garoto topou ficar com você, já é uma boa vantagem, você deve ter algo que chamou a atenção dele.

O ombro amigo
Eu sou daqueles que acha que a partir do momento que a gente beija a boca de outra pessoa, devemos a ela fidelidade. Não importa se foi só uma ficada não resolvida, ela dura até o momento em que alguém dá um ponto final. Se o garoto não quiser abandonar a vida dele e você topar isso, peça, ao menos, lealdade e respeito. É para você que ele irá correr no final da noite, quando precisar de colo. E é exatamente aí que você vai roubar o coração dele.

Se você estiver ali para dar suporte à pessoa quando ela precisar, ela sempre acaba caindo de amores por você. Mas como tudo na vida tem um limite, você tem que ver até que ponto ele está te usando. É fácil ter alguém para nos ouvir, mas é difícil ouvir os outros. E ser um pseudopsicanalista sem ganhar nada em troca não é nada legal. Só tome cuidado, é sempre bom.

Para finalizar, a tarefa é difícil e as chances de uma desilusão amorosa quase chegam à casa dos 100%. E meu amigo? Ele tomou coragem e fez o que todo mundo pediu para ele não fazer: levou a garota para a casa, deu um banho de loja, arrumou um emprego para ela e hoje afirma que estão “muito bem, obrigado”. De vez em quando, é bom tapar os ouvidos, ignorar o mundo e seguir o coração…

E você, já teve alguma experiência parecida? Comente!

Autor: - Categoria(s): Posts antigos Tags:
17/06/2008 - 09:53

Um é bom, dois é bom e três é demais

Compartilhe: Twitter

Já se tornou até clichê afirmar que um dos maiores sonhos eróticos dos garotos é fazer um ménage à trois. Ou sexo a três. Depois de um bom tempo de relacionamento, é normal que o casal caia em uma espécie de monotonia sexual. Daí, só para apimentar um pouquinho a relação, o moço acaba sugerindo que se convide outra pessoa para fazer parte das relações sexuais entre vocês. Só uma vez. De preferência mulher, é claro. E você, o que deve fazer?

Antes de tudo, você tem que analisar se o relacionamento de vocês é forte o suficiente para deixar que algum estranho entre no meio dos dois. Fazer parte de uma relação a três pode ser legal e excitante, mas você tem que ter certeza de que aquela pessoa não irá influenciar no andar da sua relação. A preparação tem de ser muito boa, afinal, tem o “antes”, o “durante” e o “depois”.

Antes
Se o sexo a três é uma possibilidade e você acha que pode encarar, converse bastante com o seu parceiro para tentar delimitar o que poderão ou não fazer. Primeiro você tem que ver o que ele quer, quais são os desejos e refletir se está pronta. Se sim, combine se irá rolar beijos, sexo oral, o que você vai ter que fazer e todas essas coisas. Assim, na hora que a coisa acontecer, você não vai ficar encucada com possibilidades e ter um ataque de ciúmes. Além de tudo, sempre é bom perguntar, só para gerar uma confiança extra, se depois de tudo o relacionamento vai ficar focado só nos dois.

Durante
A coisa começou. Vocês três estão ali, na cama e seu namorado já está explodindo de tanto tesão. Daí você se arrepende. Olha, agora não é mais a hora. Claro que você pode voltar atrás sempre, mas o clima pode ficar meio chato. Se já chegou até ali, tenta deixar fluir. Participe, brinque, agarre seu namorado, deixe a garota fazer o que tem que fazer. Se alguma coisa acontecer e você realmente não gostar, dá um toque, mande parar. É seu direito. Lembre-se que os protagonistas ali são vocês dois. Ela é só um alguém que está dando uma movimentada curta nas relações sexuais.

Depois
Pronto, acabou. Olha só, a coisa não é bem assim. O pós ménage pode ser a parte mais chata de toda a história. Com toda a certeza do mundo você vai ficar lembrando dos momentos que seu namorado teve com a outra garota e vai surgir um ciuminho bobo, sempre. O problema agora é você saber lidar com isso, a coisa toda já aconteceu e o pior já passou. De novo, converse com o seu namorado e pode cair na carência com ele. Peça atenção, faça-o prometer que não vai te trocar e todas essas coisas que parecem chatas, mas que dão uma baita confiança para nós.

Agora, é claro, você também tem o direito de pedir algo para o seu namorado. Mas deixe isso explícito antes de vocês fazerem alguma coisa. Afinal, ele pode não topar e não gostar muito do seu pedido…

E você, já teve alguma relação a três? Comente aí sua experiência!

Autor: - Categoria(s): Posts antigos Tags:
09/06/2008 - 14:12

Os seus presentes de dia dos namorados

Compartilhe: Twitter

Ôpa! Muitos comentários, muitas idéias. Como tem gente criativa nesse mundo, mas adorei todas as dicas. Vou aproveitar esse post para agradecer todo mundo que comenta por aqui, em especial a Mariana Koscky, que me entreteve o domingo todo, rs. E vamos às dicas de presentes?

Pois bem, foi difícil de escolher. Mas lá vai:

A Bela, de 14 anos, disse que queria fazer duas coisas diferentes. Primeiro, no cinema e, depois, em um jogo de futebol. Assim os dois ficam felizes. Para o presente, comprar uma camiseta e desenhar algo nela com tinta para tecido e dar em um jantar a dois. Fofa e romântica, não?

A Kamilla foi simples e direta. Uma almofada com a foto dos dois pombinhos dois e um perfume. A idéia, apesar de bem legal, acho que já é muito clichê. Dá para variar mais, hein?

A Cinthia vai gastar todas as moedinhas do cofrinho em presentes para o namorado. A idéia da garota é comprar uma caixa e cobrir de fotos dos dois e alguns “eu te amo” escritos. Dentro, alguns bombons e, pasmem, um par de alianças “para selar o amor dos dois”, um ursinho e o perfume que ela usa, para ele nunca esquecê-la. U-A-U. Olha, Cinthia, eu acho bem legal essa iniciativa de você dar as alianças para o menino. O problema é se ele não quiser usar. Mas vai fundo, acho que ele vai adorar o big presente que você ira dar.

Thamires foi ousada, indicou uma cesta erótica. Seria tipo uma cesta de café da manhã, mas, dentro dela, itens que são, hm, digamos, mais interessantes. A frase final dela é a minha opinião: “Acho que é uma forma de trazer sensualidade, criatividade e um dia especial para ambos. Além disso, que namorado não gostaria dessa surpresa?!”. Mandou bem, Thamires!

A Dadi sabe o amor dos homens por futebol, então resolveu comprar para o namorado um jogo de cama com o time dele estampado e várias outras idéias legais, de acordo com os gostos do garoto. Jogos para quem gosta de vide-game, camisetas estampadas com a foto dos dois para quem é romântico, beijos para quem gosta de beijos. Nada mais justo, né?

A Carol resolveu ponderar e deixar de lado o que ela gostaria de ganhar para pensar no presente dele. Acho justo. A idéia dela é saber dividir as coisas: se você é romântica, de algo bonitinho para ele, mas não esqueça de dar algo que ele vá gostar, também. Por exemplo, algo que ele está precisando. Acho que ela está supercerta. Não são todos os garotos que gostam de coisas fofas e, do mesmo jeito que nós damos presentes à vocês, talvez algo sólido em troca também seja legal, rs.

A Kakah vai fazer um livro de fotos do casal e customizar ele todo. Além disso, uma camisa básica que segue o estilo do seu namorado para acompanhar.

A Karina pensou em fazer algo que eu já fiz com uma antiga namorada há um tempo. Que tal comprar uma caixa, colocar o presente lá dentro e encher o espaço livre com bexigas de corações que saem voando? Ia ser superlegal!

Larissa foteve uma idéia simples e bem original. Ela vai comprar um par de sandálias e mandar customizar, colocar uma frase de amor ou alguma foto do casal.

A May, super-romântica, pensou em algo que os dois possam fazer juntinhos. “Eu o presentearia com um bom livro que pudéssemos ler juntos, ou um para o outro, deitados na grama, ou num lugar aconchegante, que seja só nosso”. Muito fofa, não? Aposto que ele vai adorar.

Agora, pra todo mundo que mandou e-mail pedindo pra eu escrever o que eu vou dar no dia dos namorados, lá vai: (espero que a pessoa não leia esse post até dia 12!)

Comprei duas blusas, uma que ela queria demais e uma que eu achei linda (mas é a minha cara), um cachecol (no trabalho dela, o ar condicionado é muito forte e ela sempre reclama), uma camiseta de gola (só se pode trabalhar assim lá) e uma lingerie, claro, rs. Esses são os presentes.

Mas não paro por aí, para ser um pouco romântico, comprei um travesseiro e enchi de papéis escritos “vale um beijo”, por dentro. Na fronha, escrevi uma carta a ela, para não utilizar papel. Dois livros de histórias infantis, já que ela é mais velha do que eu e sempre diz que já passou da idade. Uma das histórias é “Branca de Neve e os Sete Anões”, daí vou dar junto um espelho escrito “NÃO”, remetendo à bruxa, que queria saber se existe alguém no mundo mais bonita do que ela e um arranjinho de sabonetes de corações, pra enfeitar a casa dela. É isso =)

Agora, espero que eu tenha ajudado vocês com as idéias de presentes.

Beijos e bom dia dos namorados!

Autor: - Categoria(s): Posts antigos Tags:
05/06/2008 - 11:33

O que comprar de presente para Dia dos Namorados?

Compartilhe: Twitter

É o seguinte: falta exatamente uma semana para o dia, talvez, mais romântico do ano. É o Dia dos Namorados! Para sair um pouco do comum, decidi não dar dica nenhuma de presente para vocês. Isso mesmo, dessa vez, quem vai fazer o post, são vocês, leitores do iBoy.

Seguinte: ursos, chocolate e flores não valem. A intenção é dar idéias criativas paras as pessoas que não decidiram o que comprar para os seus amados. Depois, no domingo, as 10 melhores idéias vão aparecer aqui no post do iBoy.

Como fazer? Comente, aqui nos comentários mesmo, e deixe seu nome e idade, além do seu presente. Se possível, deixe um e-mail também, para que eu consiga avisar caso seja escolhida.

Conto com vocês, hein?
Beijos!

Autor: - Categoria(s): Posts antigos Tags:
03/06/2008 - 16:16

5 dicas para sair da fossa

Compartilhe: Twitter

Oh! Ele se foi. Achou outra menina, mais bonita, mais inteligente, mais alta e mais rica – ela até tem uma bolsa da Gucci. Agora você vai para casa, fica o final de semana inteiro comendo brigadeiro, ganhando uma barriguinha e vendo filme água com açúcar. O tempo passa, o tempo voa… E você não sai da mesma. Ele não volta e, no Orkut, fotos de amor com aquela loira – que nem loira é, de verdade – não param de aparecer. A chamada “fossa” pode parecer medonha, cruel e sombria. Mas quando é a gente que cai nela, tudo parece gostoso, tranqüilo e cômodo. Hora de dar um ‘up’ na vida, não?

1 – Chegou lá? Então volta. Mão errada!
Tudo que vai, volta. Correto? Então, se de alguma forma você entrou nessa fase depressiva, o jeito de sair é igual. Não, eu não estou mandando você ir correndo procurar o cara que te deu um pé e pedir por uma ‘revisão’ do relacionamento, não. O que você tem que fazer? Não parar a vida, simplesmente. Pense bem, vai adiantar de algo?

2 – A última bolachinha quebrada do pacote?
Os motivos para se terminar o namoro são muitos. Provavelmente, se vocês estavam juntos, ele te acha bonita. E o mundo todo também. Não pare de se produzir toda para sair. Na verdade, essa é a época em que você deve procurar ficar mais bonita, para achar muitos novos garotos.

3 – Ele saiu por cima? Não, foi por baixo
Se ele não está demonstrando tristeza e agindo como se nada tivesse acontecido, nada na vida dele tivesse mudado, então você deve fazer igual. Junte todas as suas amigas e dê uma festa (mas não esqueça de não convidá-lo). Vai para a balada. Converse no telefone o dia inteiro. Compre roupas. Faça tudo o que você gosta, mas com mais vontade. Assim vai parecer que quem saiu ganhando foi você.

4 – Cachorrinho arrependido

E se depois de tudo isso ele querer reatar? Nanana-ni-na-não! É hora de seguir em frente. A essa altura, você já o terá esquecido completamente. Então ‘figurinha repetida não vale’. Busque novos ares!

5 – Ai, que saudade
A primeira coisa que você tem a fazer quando acabar um namoro é jogar fora todas as fotos, deletar do Messenger, apagar do Orkut e mandar um beijo bem grande pra ele. Assim, apagando-o da sua vida sem deixar rastros, você esquece mais fácil.

Autor: - Categoria(s): Posts antigos Tags:
Voltar ao topo