Publicidade

Publicidade

Arquivo de março 11th, 2008

11/03/2008 - 11:47

É preciso fazer sexo todos os dias?

Compartilhe: Twitter

Quando jovens, tudo o que queremos é achar alguém para fazer sexo. Não importa se há ou não amor, se conseguimos alguém no final da noite, saímos no lucro. Com o passar (e pesar) da idade, a virilidade masculina vai sumindo aos poucos e o sexo, apesar de necessário, não é tão latente quanto no auge dos 18 anos. Amanda, leitora do iBoy, mandou um e-mail dizendo que o seu namorado de 23 anos já não quer mais fazer sexo todas as noites. Detalhe: ela tem só 17…

Uma das grandes dúvidas da Amanda (e aposto que a de muitas outras pessoas também) é saber se esse desinteresse sexual é um sinal de traição. Talvez sim, talvez não, afinal, fazer amor, apesar de ser gostoso, pode cansar um pouco. E há dias em que já estamos bem cansados, estressados, com várias tarefas para cumprir e, por isso, acabamos deixando um pouco de lado a atividade sexual. E sem contar a diferença de idade, né? Você, com 17 anos, está na idade da revolução dos hormônios. Seu namorado já passou por isso e eu aposto que ele marca presença, só que não com tanta freqüência. A solução? Divirta-se sozinha! Só não adianta ficar em cima dele, provocando-o e forçando-o a fazer algo, a noite pode acabar mal…

Caso você ache que há traição na parada, fique atenta para alguns detalhes: o cheiro, o interesse dele por você, o jeito que ele te trata… Tudo pode indicar se há outra pessoa entre vocês. O sexo, se praticado pelo menos duas vezes por semana, é totalmente ideal (e sinta-se sortuda por ter alguém fixo para fazer isso, poxa).

E olha só, os brasileiros ficaram em segundo lugar no ranking dos povos que mais fazem sexo. De acordo com a Pesquisa Global de Bem-Estar Sexual, realizada em 26 países por uma marca de preservativos, cada brasileiro tem, em média, 145 relações sexuais por ano e 82% dos entrevistados disseram que fazem sexo ao menos uma vez por semana. Viu, seu namorado está tão na média..

E aí, você também se encaixa na média dos brasileiros?

Autor: - Categoria(s): Posts antigos Tags:
Voltar ao topo